sexta-feira, 28 de março de 2008

Ali, no meio da sala vazia ele observava um objeto com forma de um cubo. Estava ali já há alguns minutos parado e mesmo assim ainda naum conseguira entender o que era aquilo.
Talvez, pensava ele, isso seja um banco. Não, muito simples e decorado demais pra ser somente um banco. Quem sabe então seja um cofre. Não, não vejo qualquer tipo de tranca ou cadeado. Será que é algum tipo de bomba? Não, não poderia, não se parece nada com explosivos ou qualquer coisa do gênero. Quem sabe isso não seja um embrulho? E o que realmente importa esteja lá dentro? É isso!
Mas o que será que há lá dentro? Ele rodeou o objeto, começou a imaginar o que haveria lá dentro.
Talvez objetos valiosos que alguem escondera, talvez bugigangas de mudança que alguém esqueceu, talvez um presente, talvez roupas velhas, talvez cartas esquecidas, talvez fotos antigas, talvez, talvez...

Estendeu a mão, puxou o objeto pra si. Não era pesado, não fazia nenhum barulho. Sacudiu. Nenhuma reação, nenhum sinal do que era aquilo. Parecia não ter nada dentro. E era melhor não danificar nem fazer movimentos bruscos demais, o medo do desconhecido o fizera mais cauteloso. O que quer que fosse, pensou, ele nunca chegaria a descobrir, então o medo e o cansaço venceram a sua curiosidade. Resolveu esquecer aquele objeto e seguir seu caminho.
E seguiu em frente.
Por algum tempo a curiosidade ainda lhe incomodava, durante muitos dias e noites ele gastou horas pensando se deveria ter desistido tão fácil, se fora covarde, se o objeto seria importante, se seria de alguém, se esse alguém o procurava. Mas o tempo fez o favor de calar suas dúvidas, pode-se dizer que depois de se passado muito tempo, ele esqueceu o objeto. Mas o tempo não só o fizera esquecê-lo mas também entendê-lo. No fim, entendeu ele, aquilo era somente uma caixa. Uma caixa e nada mais.


"Quanto mais simplicidade
Melhor o nascer do dia"
Pato Fu

2 comentários:

laurabcarvalho7 disse...

O q q tinha na caixa??
uahuhauauhauhuahuauah

Adrielly Soares disse...

asodjaoijdsoadjs
rachando da laura.
=XXX


Mas o tempo nao tá me ajudando
a essquecer as dúvidas
sobre as caixas, acho que sou
curiosa demais.
asdhiuahsdiuhas
;* minina te amo.
PS. adorei o texto