quinta-feira, 21 de maio de 2009

Segredo.

-Posso te contar um segredo?
-Uhum...
-Você estava fazendo ele muito feliz! Então não é pra você ficar triste!

E entre a felicidade e a imensa tristeza contidas nessa frase eu desabei de novo.
Meu muro que nem ao menos tinha conseguido começar a reconstruir se ruiu e sem chances de recuperação. De todas as vontades que já tive, nunca quis tanto mudar a ordem das coisas. Nunca quis tanto reviver um momento.
Já me cansei de escrever, já me cansei de chorar.
Essa dor, eu não sabia, é algo que não sara.
A mente tá oca, vazia, vaga.
As palavras estão poucas.


"Por onde quer que eu vá vou te levar pra sempre
A vida continua
Os caminhos não são tão simples, temos que seguir
Viajo em pensamentos
Uma estrada de ilusões que eu procuro dentro do meu coração

Toda vez que fecho os olhos é pra te encontrar
A distância entre nós não pode separar
O que eu sinto por você não vai passar..."

3 comentários:

NeW disse...

É difícil...
Nunca imaginei que me abalaria tanto assim... os jovens não estão preparados para perder seus pares... aliás, poucos conseguem se preparar para isto e muitos erram por não conhecer isto.
Mas tem uma coisa em que somos muito bons... recomeçar... com a cabeça erguida, sem medo do que virá, porém com uma diferença... temos a opção de escolher não errar da mesma forma outra vez.
E nas horas mais difíceis, quando você achar que nada faz sentido e você não conhecer um centímetro adiante da escuridão à sua frente, conte com os amigos, pois eles se sentirão honrados dar a mão à uma amiga como você...
conte comigo sempre!
Bjo!!!

Carolina. disse...

Kaká!
Tem selinho pra ti no blog, vai lá!

Matei as saudades hoje!
Delícia!

Te adoro, beijos

Adrielly Soares disse...

Eu não sei o que dizer.
=/