sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Do que sabemos bem

Mentira.
É mentira sem tamanho quando digo que você é diversão.
Não que não seja, mas não é assim que eu queria que fosse.
É eu sei nós somos dois loucos jogados nessa confusão de corpos, delírios e sentimentos mal acabados, rebocados com algum tipo de farsa inútil que somente nós podemos entender.
Mentira deslavada quando digo que o cheiro do seu corpo que ficou em todas as partes do meu não mexe comigo, não me dá vontade de sair correndo pra te achar em qualquer lugar que for.
Mentira quando dizemos que vamos nos encontrar de novo.
Mentira dizer o quanto sentimos falta do que ainda não somos e nunca seremos.
Você sabe bem.
Nós sabemos bem.
Somos mentira, ainda que sincera.

10 comentários:

Insolente disse...

Engraçado como pode ser tão mentira, e tão sinceridade.


lindo...

meus instantes e momentos disse...

somos a grande mentira, nessa imensa mentira que vivemos .
Maurizio

Adrielly Soares disse...

A sinceridade é algo que incomoda profundamente. Ainda mais quando não queremos assumir pra nós mesmos os sentimentos que a gente tem. Talvez mentindo pros outros a gente acredite na própria mentira. Parece ser esse o intuito às vezes não é?

É cada dia mais gostoso vir aqui ler seus textos. Beijo amiga.
:)
"Mentiras sinceras me interessam."

Paola disse...

coisas de ser humano. mentiras que nem nós acreditamos. "mentiras sinceras", gostei :)

Cris disse...

um filósofo disse certa vez que uma mentira repetida 81 vezes se torna uma verdade...

e a gente vai se enganando...

=D

Dê zÁ disse...

E até quando acreditar no que acontece é bom ?!

Não se deixe enganar...
Mentira!

Lindo texto prima !

;*

Adrielly Soares disse...

SElo pra você no meu blog.
:)

Carol disse...

Achei vc!
xD

Lindosa!

Bom te verna segunda!
^^

Ó...desculpa...mass...Meme pra vc np meu blog!

Beijão!
http://vilarejoparticular.blogspot.com/

Carol disse...

A sinceridade é meio complicada, meio incômoda! Mentiras ~soa mais seguras e às vezes conseguem ser mais foéis, mais verdadeiras...Engraçado!

JAMES PIZARRO disse...

Adorei o texto. A forma. E o conteúdo. E um certo deboche escondido. Um certo sarcasmo. Do tipo...ver a cara de espanto dos comuns dos mortais. Meus parabéns.Como te disse certa vez...és intigante.
Beijo

James Pizarro