terça-feira, 6 de abril de 2010

(So)litude.


Uma garrafa de vinho importada em cima da mesa, taças postas, o jantar exala o cheiro de quase pronto e no som toca um samba antigo daqueles que deixam saudade, melancolia. Um sentimento bom de vivência do agora, do profundo, do verdadeiro. O saber da vida e de aproveitá-la. Uma boa conversa. O lado vazio da mesa. A taça intocada ao lado. A garrafa vazia na mão. E o samba ainda tocando no som.


"Eu tenho saudade
Dos sambas de antigamente
Quando o samba deixava
Uma vaga tristeza
No peito da gente
Não era amargura
E nem desventura
E nem sofrimento
Era uma nostalgia
Era melancolia
Era um bom sentimento."
Paulo César Pinheiro

2 comentários:

Little dreamer disse...

Sempre tera importancia.

newarney disse...

Se você sente falta é porque tem... se tem é porque não está só, se não está só, não há por que sentir falta... a vida é feita de momentos, e felizmente de momentos que passa...